8 razões para você embarcar para Malta ainda este ano

Atualizado: 17 de Mai de 2019


Talvez quando você pense em um intercâmbio para aprimorar ou até mesmo começar a aprender inglês do zero, a pequena ilha do mediterrâneo chamada Malta não passe pela sua cabeça. E é justamente por isso que hoje, no Blog da NCI Intercâmbio, vamos apontar as principais razões que faria Malta ser o destino ideal para o seu intercâmbio.


1 - Qualidade de ensino

Para competir com os outros países mais populares, a ilha de Malta tem diversas opções de cursos, que incluem preparatórios para exames internacionais tradicionais e uma ótima qualidade de ensino. O inglês falado na ilha deriva do original da Inglaterra e, apesar do sotaque ter mudado um pouco (como é normal em qualquer lugar), a base dos dois locais continuam muito parecidas. Então para o estudante ligado a cultura da terra da rainha é uma boa pedida.


Os cursos são focados na fala, escrita, escuta e leitura que, além de estudadas na escola, serão colocadas em prática no cotidiano. Vale lembrar que o inglês é um dos idiomas oficiais do país, o outro é o maltês. A parte boa disso tudo é que de quebra você pode aprender algumas palavrinhas de um terceiro idioma, mesmo que seja apenas para se divertir com os amigos, afinal, conhecimento nunca é demais.


2 - Cenário de tirar o fôlego

Malta é um arquipélago e suas três maiores e mais conhecidas ilhas são Malta, Gozo e Comino., ou seja, o país é cercado de praias. E já adiantamos que não são qualquer praias, são belíssimos locais com temperatura agradável e super favoráveis para nadar, mergulhar e praticar esportes aquáticos.


Seria impossível listar quais as praias mais lindas para você visitar, mas podemos dar algumas sugestões. Dentre as mais famosas se encontram a Lagoa Azul, cartão postal de Malta, com águas cristalinas e areia clara; Ramla Bay, também conhecida por Red Beach, por conta de sua areia avermelhada e Vale Zurrieq, que está situada em um dos lugares mais conhecidos de Malta: a Gruta Azul. É possível fazer um passeio de barco para a gruta e desfrutar de paisagens maravilhosas.


3 - Clima parecido com o do Brasil

Se você pensa que a Europa é gelada e que todas as opções de intercâmbio demandam casacos pesados e um frio que você não está disposto a enfrentar, então Malta oferece uma alternativa bastante atrativa. No verão as temperaturas podem passar da casa dos 30 graus, já no inverno as mínimas variam de até 9 graus com máxima de 19, ou seja, há chances de praia o ano todo.


Falando em praia, no país mediterrâneo a temperatura da água é bem parecida com a das praias no Brasil e podem chegar até 20°. Então não precisa se preocupar em levar um casaco para a praia, só não esqueça de colocar na bagagem a sua roupa de banho.

Diferente do Brasil, a época de chuva é concentrada no outono e inverno, sendo os meses de outubro até março os mais chuvosos no país. De abril a setembro (primavera e verão), a temperatura sobe e as chuvas diminuem consideravelmente.


4 - Agregar uma vivência internacional, fugindo do lugar comum

Certo, nós sabemos o quanto é fantástico um intercâmbio em países como a Inglaterra e Irlanda, bem tradicionais e que garantem experiências maravilhosas. Mas que tal se surpreender e aprender um idioma em um lugar completamente diferente e com referências culturais bem diferentes do seu país de origem?


Estar aberto a novas alternativas pode te proporcionar momentos memoráveis e que irão acrescentar conhecimentos que ultrapassam o idioma. Temos certeza que Malta, com suas lindas paisagens e cultura, vai render muita história incrível.



5 - Seu intercâmbio não fica restrito apenas ao país escolhido

A Europa é popular justamente pela possibilidade de viagens baratas e rápidas, e com Malta não seria diferente. Por conta de passagens com valores bem em conta e a proximidade com outros países é possível fazer viagens curtas de final de semana. Um dos destinos mais comuns é a Itália, localizada a 93 quilômetros de distância. Malta fica bem perto da Sicília, a maior ilha do Mediterrâneo e é um lugar incrível para passar um final de semana ou até alguns dias a mais.



6 - Malta respira cultura

A cidade de Valleta, a capital de Malta, foi nomeada a Cidade Europeia da Cultura 2018. E o título não poderia caber melhor, uma vez que a própria cidade pode ser considerada um museu a céu aberto, tanto que foi nomeada como Patrimônio Mundial da UNESCO.


Malta é repleta de museus e galerias e suas paisagens são muito utilizadas em filmes e séries, como Guerra Mundial Z e Game of Thrones. O vilarejo de Sweethaven, também conhecido como Popeye Village, foi construído para as gravações do filme do Popeye, estrelado por Robbie Willians. O local foi mantido, mesmo após o fracasso de bilheteria, e transformado no “Popeye Village Fun Park”, uma das principais atrações turísticas de Malta.


Além de sua capital, a cidade de Valleta, Malta possui mais dois Patrimônios Mundiais da Unesco: o Hipogeu de Hal Saflieni, com cerca de 5 mil anos e os Templos megalíticos de Malta. O que não vai faltar são passeios culturais e muito conhecimento histórico para os intercambistas desfrutarem.


7 - Preço pode ser um atrativo

Por ser um destino ainda não tão procurado, as opções de valores podem ser melhores do que a de países mais tradicionais no intercâmbio, como Inglaterra e Estados Unidos. Como já citamos anteriormente, a qualidade de ensino se mantêm muito boa apesar disso. Sendo assim, os preços passam a ser um atrativo para a chegada de novos estudantes.


Sobre o custo de vida, tudo pode variar muito dependendo das escolhas do intercambista, valores de casa, alimentação, lazer e transportes devem ser considerados no momento da cotação.


8 - Possibilidade de trabalho

Recentemente o país mudou as regras e começou a ser mais flexível para cidadãos de outros países trabalharem por lá, durante os estudos. Não precisa dizer que é imprescindível que o aluno precise continuar frequentando as aulas durante o trabalho.

Assim como na Irlanda, a permissão de trabalho é de 20 horas por semana e o estudante deve entrar com o pedido do visto depois da chegada ao país. Para solicitar o visto de trabalho é preciso que o estudante vá passar mais de 90 dias aprendendo o novo idioma no país.


Gostou de conhecer um pouquinho mais de Malta? Quer saber mais informações de como estudar no local e conhecer tudo isso que falamos? Não fique de fora, a NCI Intercâmbio oferece este destino e vamos fazer de tudo para te auxiliar nesta aventura!

Por Joyce Silva

#estudaremmalta #malta #estudoetrabalhoemmalta #nciintercambio #estudarnoexterior

Achou algum erro? Por favor contate Info@nciintercâmbio.com

© 2019 por NCI Intercâmbio.  Todos os direitos reservados a NCI Intercâmbio.  CRO 611045