Intercâmbio na Alemanha: conheça as possibilidades

A Alemanha é um dos destinos mais procurados pelos brasileiros para fazer intercâmbio. Sendo um país bastante rico com muitas oportunidades de trabalho, a Alemanha é uma excelente escolha tanto para quem busca prosseguir com o seu intercâmbio, pois amou viver na Europa, quanto para fazer ensino superior e encontrar um emprego.




Morar no país pode ser um choque cultural imenso no começo, por conta do idioma primário e também do clima, mas é a grande potência da Europa nos dias de hoje. Além disso, com a superação dos eventos ocorridos na metade do século XX, a Alemanha se tornou um país democrático, humanitário, moderno e muito rico.


E quais são as possibilidades que um intercambista pode encontrar na Alemanha? Como aplicar o visto? Calma que vamos responder todas essas perguntas neste artigo para que você fique confortável e tome a melhor decisão.


Mas, se ainda assim você quiser saber mais a fundo, participe do nosso evento GRATUITO e AO VIVO, que acontecerá entre os dias 25 e 28 de julho. Clique no banner abaixo e inscreva-se!





Agora vamos lá?



Como é a Alemanha?


A Alemanha é um país que demonstra bastante atenção pela educação de qualidade. Seja uma graduação ou Pós-graduação, você encontrará metodologias que visam o desenvolvimento interdisciplinar do estudante, além de uma base cultural complementar riquíssima para tornar cada vez mais a experiência única.


Localizado bem no centro da Europa, o país faz fronteira com diversos países. Suíça, Polônia, República Tcheca, Dinamarca, Áustria, Luxemburgo, Bélgica, França e Países Baixos são vizinhos e isso permite ao estudante conhecer boa parte da Europa através das viagens de trem ou companhias aéreas low cost.


Quanto custa viver na Alemanha?


Com certeza um dos fatores mais importantes para considerar um intercâmbio é o custo de vida do local. A Alemanha oferece um excelente poder de compra por conta do alto salário mínimo, cerca de 12€/hora e isso permite tanto as pessoas que trabalham full time (40 horas semanais) quanto half-time (20 horas semanais) terem uma excelente condição de vida para manter os custos fixos, mercado e ainda para aproveitar os inúmeros eventos culturais que acontecem pelo país.


Assim como na Irlanda, um estudante pode trabalhar até 20 horas semanais. Ao fazermos as contas, conclui-se que o salário, em média no final do mês, gira em torno de 960€. Para os que podem trabalhar às 40 horas semanais, o salário dobra, girando em torno de 1.920€. Muito bom, né?


O principal gasto sempre é voltado à moradia. Tudo dependerá se você irá residir próximo ou não do centro. Os valores variam entre 556€ e 1.420€ em média caso o apartamento tenha 1 ou mais dormitórios. Uma boa solução é dividir o apartamento e, consequentemente, as contas fixas que falaremos em seguida.


As principais contas fixas de uma casa na Alemanha são: aquecimento, gás, eletricidade, água e lixo. De acordo com o Expatistan, o custo médio desses itens é de 126€. A internet, sendo opcional de casa para casa, custa em média 32€. Os gastos já são baratos para uma pessoa que mora sozinha, mas caso divida com 2 ou mais pessoas, esses valores caem consideravelmente.


Os custos que aparecem no dia a dia, como refeição, tomar um cafezinho, beber uma cerveja no happy hour, assistir um filme e o transporte devem entrar na conta. Para isso, confira os tópicos abaixo para compreender a média dos custos desses itens por toda a Alemanha:

  • Refeição: 8€-12€

  • Café: 1€-2€

  • Cerveja: 3€-4€

  • Ingresso de cinema: 13€

  • Ticket de transporte: 1€-2€

  • Cartão mensal de transporte: 70€-90€

O custo médio de mercado que uma pessoa gasta gira em torno de 200€ a 300€. São valores para comprar frutas, legumes, água, carnes, ovos, leite e algumas guloseimas para comer assistindo aquele filminho na plataforma de streaming favorita. Esse valor varia bastante de pessoa para pessoa, mas normalmente não passa de 300€ para uma pessoa só.


Tipos de Visto


Na Alemanha existem diversos tipos de visto para serem aplicados. O mais comum para os intercambistas é o de estudante e eles tem vários níveis. São eles:

  • Sprachkurs: permissão de residência para estudo de alemão;

  • Schulaustausch: permissão de residência para realizar intercâmbio escolar;

  • Berufsausbildung: permissão de residência para estudar algum curso técnico junto à um estágio;

  • Studium: permissão de residência para o ensino superior. Oferece o direito de trabalho durante 120 dias em tempo integral e 240 dias de meio período;

  • Wissenschaftliche Aufenthalte: visto para estadia de cientistas;

  • Praktikum: visto para realização de estágio.

Para retirar o visto, é preciso enviar os seguintes documentos para o Consulado ou Embaixada da Alemanha no país de origem. São eles:

  • Duas fotos biométricas atuais nos padrões;

  • Passaporte com pelo menos seis meses de validade;

  • Comprovante de seguro saúde;

  • Requerimento de autorização de residência preenchido;

  • Matrícula da universidade.

Caso surja alguma dúvida referente ao visto, com certeza um dos consultores da NCI pode te ajudar. Clique no banner abaixo e marque uma conversa com a gente!


Educação


A Alemanha possui um dos melhores ensinos superiores do mundo. De acordo com o Academic Ranking of World Universities, 6 das 100 melhores e 18 das 200 melhores universidades do mundo são alemãs. Ter um diploma de ensino superior enriquece, e muito, o currículo do intercambista.


No país, existem diversos níveis de ensino superior como conhecemos no Brasil, como a graduação, especialização, mestrado e doutorado. Quem busca estudar nas áreas de negócios, engenharia e ciências sociais irá se deparar com o Fachhochschulen, ou Faculdade Técnicas.


Já as Kunst-und Musikhochschulen, ou Faculdade de Arte e Música, exploram cursos de belas artes, artes cênicas, música, mídia e comunicação.


Mesmo sendo na Alemanha, diversos cursos de ensino superior são ofertados em inglês, visando a pluralidade cultural de um intercâmbio. É uma excelente oportunidade para obter um diploma internacional, desenvolver o seu inglês e aprender um novo idioma, o alemão.


A Berlin School of Business & Inovation, parceira aqui da NCI, oferece cursos de graduação e pós-graduação que seguem três pilares: empreendedorismo, liderança e sucesso. Existem cursos tanto na área de business, Hotelaria, Computação, Marketing Digital, Design e muito mais. Todos os cursos, independente do nível, são ofertados totalmente em inglês e os estudantes ainda podem aprender alemão dentro da universidade para buscar o tão sonhado visto permanente.


Para conhecer melhor as possibilidades, a NCI fará um evento gratuito que explicará todos os passos para começar seu intercâmbio na Alemanha, adquirir novos conhecimentos, aprender e desenvolver o seu idioma e ingressar no mercado de trabalho. Para se inscrever, clique no banner que está aqui embaixo e não perca nenhum dia!


Trabalho


Atualmente, por conta da população estar envelhecendo cada vez mais, a Alemanha atrai milhares de pessoas com mão de obra qualificada para ingressar em diversos setores.


Para quem estuda na Alemanha, o cenário é ainda mais favorável. Durante o curso de graduação, você é imerso à cultura da região. Entender as demandas e se especializar nas áreas mais requisitadas. De acordo com os dados da Statista, os grupos operacionais com mais vagas de emprego são:

  • Transporte, logística (setor estratégico)

  • Vendas

  • Saúde

  • Produção de metais

  • Finanças

  • Tecnologia da Informação

Para encontrar as melhores ofertas de trabalho na Alemanha, você pode utilizar dos buscadores de emprego da região. Os mais populares são Meine Stadt e o Monster. O uso das redes sociais profissionais como o LinkedIn e Xing também são bastante utilizadas na Alemanha, então sempre mantenha o seu perfil atualizado e siga, ou faça conexões, com pessoas da área para aumentar ainda mais as chances de conseguir um bom emprego em uma boa empresa.


Os estudantes podem trabalhar 20 horas semanais durante o período de aulas. Vendo a grande demanda por profissionais e o interesse dos estudantes em adquirir experiência durante a graduação, boa parte das empresas oferecem vagas buscando esse tipo de perfil. O truque é ficar bastante antenado tanto pelas informações da própria instituição de ensino quanto nos sites da empresa e nas redes sociais profissionais.


Por ter uma população que está envelhecendo mais, a Alemanha está necessitando de mão de obra especializada para movimentar a economia. Por conta disso, e dos diversos fatores mencionados ao longo do artigo, é mais do que certo que a Alemanha é um atrativo e tanto para os intercambistas. Pela excelente condição de vida e ótimas oportunidades, prosseguir com o intercâmbio e realizar o ensino superior no país proporciona grandes chances de sucesso.


Nós da NCI vamos fazer um evento 100% gratuito sobre a Alemanha. Lá, vamos falar sobre o mercado de trabalho, possibilidades de graduação, qualidade de vida, possibilidade de vistos permanentes e muito mais. Serão 4 dias recheados de informação e dicas para tudo ocorrer da melhor forma num dos países mais promissores do mundo.


Não quer perder nada? Se inscreva agora mesmo clicando no banner aqui embaixo! Esperamos você lá!