História, belas paisagens e muito mais você encontra no seu intercâmbio em Malta

Atualizado: 4 de Dez de 2018


Pensando em fazer um intercâmbio, mas quer escolher um país diferente ou pouco conhecido no Brasil? Que tal Malta, um arquipélago no Mar Mediterrâneo, localizado a menos de 95 Km da Sicília, Itália e 300 km da Turquia. O país têm como idiomas oficiais Maltês e Inglês, o segundo é herança da colonização Britânica, ou seja, quem for ao país aprender o idioma, terá uma base mais inglesa.


Seja pela facilidade de viajar para países próximos, pela gastronomia, paisagens ou pela hospitalidade da população, vale a pena conhecer um pouco mais do país e quem melhor para apresentar Malta que um estudante que ficou um mês na ilha, Diego Strecht, divide suas experiências no país, conta o que o fez escolher o local e dá dicas do que fazer por lá.

O estudante conheceu o arquipélago através de pesquisas na internet e logo se interessou pelo local mas a indicação de um amigo foi o que fez ele fechar definitivamente o destino. “Fiz diversas pesquisas em sites especializados, então um amigo comentou que a mãe dele passou um mês em Malta e adorou, era o que precisava para decidir”.


Malta pode ser ainda pouco conhecido pelos brasileiros, porém o número de intercambistas subiu 30% no país em relação ao ano passado, de acordo com o governo maltês. Diego conta que alguns dos seus amigos não sabiam nada da localização quando ele decidiu embarcar para. “Algumas pessoas até pensaram que eu estava indo aprender italiano, por conta da proximidade com a Itália”, brinca o estudante.


Por ser uma ilha, Malta está cercada de belas praias e inúmeros portos que o estudante pode conhecer com muita facilidade, há opções de cruzeiros para visitar e fazer turismo por todo o país e para os mais aventureiros é possível praticar diversos esportes náuticos na ilha.


O país não conta apenas com paisagens de tirar o fôlego, mas também possui uma história rica e muito antiga, há achados arqueológicos que datam de 3800 a.C, e sítios arqueológicos do período abertos para a visitação. A história do arquipélago é muito importante para o governo e a população, ambos prezam em conservar-lá. Isso se nota pela variedade de museus em um território pequeno, são mais de 300 espalhados por todo o país, eles buscam recriar, recontam e preservar tudo o que aconteceu na ilha desde o princípio, para o estudante mais ligado em história é possível passar por vários deles.


Apesar da história, o que primeiro chamou a atenção de Diego foi justamente as belezas naturais do país. “Por ser uma ilha, Malta me atraiu muito por conta do clima, sua atmosfera histórica e pelo fato de eu querer unir estudo e um pouco de turismo”, explica.


A atual capital do país é Valletta é patrimônio mundial da UNESCO, e um dos locais indicados por Diego para os estudantes conhecerem. Ele também cita, “Mdina, a antiga capital do país, Conhecida com a "Cidade Silenciosa"; Blue Lagoon em Comino cenário onde foi filmado o filme Tróia;  St. Peters Pool, que são Piscinas naturais em meio a rochas calcárias; Popeye Village que foi utilizada para as gravações do filme Popeye na década de 80”.


A gastronomia de Malta é um prato cheio para quem ama frutos do mar e a melhor parte, os ingredientes oferecidos nos pratos são alterados de acordo com as estações, ou seja, quanto maior o tempo que você passar no país, maior o número de pratos típicos pode conhecer e nunca enjoar da comida. Para quem não gosta muito da opção, o local também oferece diversas sopa e pratos típicos que se assemelham muito com os italianos e ingleses.


Outro fator citado pelo intercambista é o mix cultural e a hospitalidade do povo, como a procura pela localização vem crescendo as chances de fazer amigos do mundo todo aumentam. E também a população local está disposta a ajudar o intercambista e é sempre muito gentil. O estudante finaliza indicando Malta para os interessados. “Eu recomendo a todos a sentirem a mesma experiência incrível que eu tive durante esse um mês de intercâmbio. Um local com paisagens incríveis, clima excelente, povo muito solícito e pelo fato de atrair muitos turistas e estudantes te proporciona conhecer pessoas e culturas diferentes.”


Uma novidade no país é que agora os estudantes de idiomas podem também trabalhar, o governo tomou esta decisão para tornar o local ainda mais atrativo para os intercambistas. Outro fator que motivou a decisão é o boom da economia, que agora faz com que a ilha tenha mais empregos do que pessoas para trabalhar.  O processo legal para trabalhar no país leva em média três meses, e inclui o pedido de extensão de visto e permissão de trabalho, antes do processo ser concluído o aluno não pode trabalhar. E é importante ressaltar que o trabalho está atrelado ao estudo, caso a frequência do aluno caia por conta do emprego a situação pode mudar.


Gostou da mistura de paisagem, história, boa gastronomia, povo hospitaleiro, aprendizado e agora a possibilidade de trabalhar? Quer conhecer Malta mais de perto e tirar suas conclusões sobre o local? A NCI Intercâmbio oferece este destino e está pronta para te passar todas as informações necessárias para o seu intercâmbio na ilha, vem com a gente viver esta experiência!

Por Joyce Silva

#nciintercâmbio #intercâmbio #malta #intercambionomalta #estudarfora

Encontrou algum erro? Por favor contate: info@nciintercambio.com

© 2019 por NCI Intercâmbio.  Todos os direitos reservados a NCI Intercâmbio.  CRO 611045