A Irlanda é um dos lugares mais seguros para fazer o seu intercâmbio



Um dos maiores contrastes que o brasileiro pode ter ao chegar na Irlanda é a sensação de segurança que o país europeu traz. Claro, comparado ao Brasil e as grandes cidades nacionais a criminalidade na Irlanda é muito mais baixa, isso faz com que quando os intercambistas cheguem se sintam mais relaxados e mais confortáveis em fazer atividades pouco pensadas no seu país natal, como voltar a pé para casa a noite.


Assim como no Brasil cidade menores tendem a ser mais seguras, ou seja, Galway mais ao interior do país é relativamente mais segura que Dublin, a capital e principal centro econômico. Mas mesmo assim os índices são baixos e a melhor notícia, as taxas de criminalidade na Irlanda estão caindo ainda mais desde de 2012.


Uma pesquisa divulgada pela Central Statistical Office - CSO mostra que comparando o índice de homicídio entre 2012 e 2018 o número caiu de 90 para 71 entre os anos. Outro crime que caiu significativamente foi a invasão de casas e danos a propriedade que entre os dois anos teve uma queda de quase 10 mil casos. A pesquisa ainda revelou que o número de assaltos no último ano em todo o país foi de pouco mais de 19 mil casos, outra diminuição relativamente alta em comparação a 2012 onde os casos passavam de 28 mil.



Todas estas mudanças e diminuição da criminalidade se devem principalmente pelo bom momento econômico que o país vem passando. Depois de enfrentar uma recessão por anos a Irlanda começou a crescer em 2016. Melhores oportunidades de emprego surgiram, junto com o crescimento na economia e o planejamento governamental que fazem hoje da Irlanda um ótimo destino para o intercâmbio.


Mas nem tudo são boas notícias, índices de violência contra a mulher aumentaram em quase mil casos, de 2012 para 2018. Porém uma das explicações para isso pode ser que as mulheres se sintam mais seguras para denunciar os casos, por isso o número de registros subiu. Na verdade a crescente neste número é uma realidade mundial, não apenas irlandesa.


Mesmo com este aumento a Irlanda ainda é um dos países com maior qualidade de vida do mundo e que preza pela igualdade de gênero. É bastante comum ver mulheres saindo em grupo ou até mesmo sozinhas em bares e restaurantes, e a aquela sensação de medo do assédio comum que as mulheres brasileiras enfrentam quase desaparece por completo no país europeu.


Lembrando que mesmo que o país seja considerado seguro e como brasileiro somos um experts em lidar com violência, é sempre recomendado que o intercambista siga alguns cuidados básicos. Não esqueçam os conselhos dos seus pais, nunca deixem os copos de bebida na mesa e depois volte a tomar o mesmo drink; evite voltar para casa sozinho a noite por um caminho desconhecido; não passe seu dados ou contatos para pessoas suspeitas; evite usar o celular ou pegar o dinheiro em lugares muito movimentados ou a noite.


Caso o intercambista passe por qualquer um dos problemas, ele deve imediatamente contatar a Garda, a polícia irlandesa, e todos os processos necessários serão realizados. Como já dissemos várias vezes o povo irlandês é muito acolhedor com estrangeiros, por isso não precisa ter medo de desacreditarem na sua história por não ser nativo do local.


E é claro, a NCI Intercâmbio estará disposta a te prestar todas as informações e ajuda possível neste caso. Mas como dissemos no comecinho aqui do texto, as chances são baixas. Tome todos os cuidados possíveis, porém não deixe de se jogar de cabeça e aproveitar 100% o seu intercâmbio.

Por Joyce Silva

#nciintercambio#nciintercambio #intercâmbio#intercâmbio #estudarfora#estudarfora #morarfora#morarfora #intercambioirlanda#intercambioirlanda

Achou algum erro, por favor contate Info@nciintercâmbio.com

© 2019 por NCI Intercâmbio.  Todos os direitos reservados a NCI Intercâmbio.  CRO 611045