Como começar a planejar seu intercâmbio?

Planejamento é primordial para a realização do seus objetivos mais importantes.


Se uma simples viagem para o interior da cidade para relaxar e aproveitar bons momentos deve ser planejada, imagine um intercâmbio completo? Sabemos que essa será uma experiência incrível que possibilitará diversos enriquecimentos pessoais, como aprender sobre uma nova cultura, se tornar expert em um novo idioma e conhecer pessoas diferentes.



Tá pensando em começar 2022 na Irlanda, mas não sabe como? Pode ficar tranquilo! A NCI vai te contar alguns segredinhos sobre como se planejar da melhor forma possível.


1. Defina o seu objetivo


Esse é o principal critério na hora de planejar o intercâmbio. Em outro país, as possibilidades beiram ao infinito, como aprender uma nova língua, conhecer uma nova cultura, estudar artes, cinema, confeitaria, realizar algum curso técnico ou até pós-graduação. Essa decisão acarretará diretamente no tempo que você permanecerá na Irlanda. Para ter a real certeza do seu objetivo, reavalie suas ambições e pesquise todas as possibilidades que o país tem a oferecer.


2. Escolha a cidade


Optar pela Irlanda como destino já foi o primeiro passo a ser tomado, mas qual a cidade combina melhor com você e seus objetivos? O pequeno país oferece cidades incríveis para se viver, mas tudo depende da sua personalidade e do seu estilo de vida. Aqui, na NCI Intercambio, nós já fizemos um artigo sobre as melhores cidades para passar seu intercâmbio, mas vamos resumir para você:

  • Você é uma pessoa sossegada, gosta de tranquilidade, mas não dispensa uma noite boêmia? Seu lugar é Galway

  • Você é uma pessoa curiosa que gosta de absorver a cultura local? Em Limerick você terá a verdadeira experiência irlandesa

  • Você é uma pessoa movimentada, não gosta de parar quieta e gostaria de trabalhar em outro país? Cork será a sua cara! A cidade bem dinâmica e possui muitas multinacionais

  • Você gosta de curtir a vida noturna, com bares e pubs, conhecer pessoas de diversos lugares do mundo e se interessa por artes ou o mundo dos negócios? Em Dublin, a capital, você encontrará tudo isso e muito mais.

Com certeza na Irlanda você encontrará o local que mais se parece com você. Lembrando que o país possui muitas outras regiões, umas diferentes das outras. Para saber mais, conheça os 6 melhores lugares para se fazer intercâmbio na Irlanda.


3. Faça um orçamento


Essa é uma das principais etapas na hora de planejar o seu intercâmbio. Nessa etapa você terá que apontar todos os custos durante o seu período na Irlanda. Esses custos são:

  • Passagem

  • Estadia

  • Seguro

  • Alimentação

  • Transporte

  • Custo do Visto

  • Outros (Compras, academia...)

Esse momento exige muita pesquisa do estilo de vida que é levado na cidade escolhida, quanto cada pessoa gasta por mês e, novamente, quais os seus objetivos na Irlanda.

Nessa etapa a NCI pode te ajudar. Você pode solicitar o orçamento clicando aqui! Essa etapa é bastante importante, mas deixa que a gente cuida dela pra você.


4. Separe seus documentos


A documentação é extremamente importante para a realização de qualquer intercâmbio e o passaporte é o documento mais importante.

Caso você já o tenha em mãos, certifique-se da sua data de validade para não expirar durante a sua viagem.

Para quem não o possui, consegui-lo é bastante simples. Basta entrar no site da Polícia Federal e procurar pela Divisão de Passaportes. Lá você preencherá seus dados e será agendado uma visita a um posto de atendimento de sua região.

Além do passaporte, serão necessários o visto, seguro saúde, passaporte de vacina, extrato de banco e suas passagens de ida e volta. Essa etapa será construída ao longo do tempo, mas é importante não esquecer de nenhum detalhe.


5. Consiga o visto


Os intercambistas Brasileiros aplicam para o visto apenas quando chegam na imigração do aeroporto da Irlanda.


Para cursos com menos de 90 dias de duração, o seu visto será de turista.


Se seu curso for de 25 semanas de duração, você receberá autorização para aplicar para o visto de estudante com permissão de trabalho (Stamp2), o visto deve ser aplicado na cidade de destino após sua chegada e tem um custo de 300 Euros.


Alguns documentos serão solicitados nessa etapa. Eles podem variar dependendo do objetivo e destino escolhido, como:

  • Comprovação financeira

  • Documento com foto

  • Carta de intenção (comprovante de matrícula em escola e afins)

  • Comprovante de hospedagem

  • Seguro Saúde

Os processos podem ser um tanto quanto complicados, mas deixa que o suporte da NCI tornará tudo mais fácil.


Ufa! Finalmente chegamos ao final! Sabemos que são muitas etapas e elas podem ser bastante exaustivas, mas pode ter certeza que no final valerá muito a pena.



Em algum momento sentiu dúvida sobre as etapas de planejamento? Converse com um de nossos agentes agora mesmo.